argannn

óleo de argan é extraído do fruto proveniente da Argania spinosa, uma árvore originária de Marrocos. É considerado um produto raro e é usado principalmente para hidratar os cabelos. A planta é completamente adaptada às características naturais do sudoeste desse país africano, portanto, é muito difícil de cultivá-la em outras regiões do mundo; desse modo, costuma existir apenas no Marrocos, o que a torna bem rara.

Esse óleo vegetal é utilizado há milênios por culturas nativas africanas como medicina e inclusive como parte da culinária local. O povo Berger considera essa árvore sagrada, chegando a chamá-la de “Árvore da vida”.

Em um certo ponto, as mulheres que colhiam os frutos da Argania Spinoza para suprir as demandas do mercado local, começaram a notar que seus cabelos mantinham-se mais brilhosos, macios e sedosos do que os das outras mulheres. Com o tempo, descobriu-se que o óleo proveniente desses frutos é rico em  rico em vitaminas A, D e E, e também é fonte de ácidos graxos essenciais, ômega 6 e fitoesteróis, o que promove um efeito de tratamento capilar natural com desempenho singular.

Com a descoberta e consequente popularização do Argan como elixir natural dos cabelos, a indústria cosmética brasileira entrou de cabeça na nova onda. Entretanto, a alta competitividade desse mercado encontrou uma forma de aproveitar-se da fama do Argan de uma forma mais lucrativa: Adotar formulações com baixa concentração do óleo (algumas marcas chegam a menos de 1%, ainda que o termo “Argan” seja central no rótulo), diluir o Argan com outros óleos vegetais, comprar mercadoria sem certificação de origem ou de produção orgânica/sustentável, e tudo isso cobrando muito caro. O óleo de Argan puro e autêntico torna-se um produto escasso no mercado, ainda que muito valorizado.

É por isso que nós adentramos às profundezas do Marrocos para encontrar o melhor produtor possível em relação qualidade/certificações/experiência/preço, que estivesse disposto a abraçar conosco o sonho de industrialização de comunidades coletoras locais.